• Daniel B. Costa

Picos e Vales


+ Você só precisa mudar o foco da sua atenção


“Quanto mais você adota essa perspectiva dos picos e vales em seu trabalho e na vida pessoal, mais tranquilidade e sucesso obtém”

+ Quando as pessoas à sua volta sabem como fazer os momentos bons e ruins se reverterem em benefício de si mesmas, elas se preocupam menos e vivem melhor.


“Os picos e vales não são apenas os momentos bons e ruins que acontecem com você. São também o modo como você se sente internamente e como reage aos acontecimentos externos.”

+ Separe o que acontece com você do valor e das qualidades que sente, que possui como pessoa.


“Os erros que você comete durante os bons momentos hoje geram os maus momentos de amanhã. E as coisas sábias que você faz durante os momentos ruins de hoje geram os bons momentos de amanhã”

+ Muitas pessoas deixam de administrar seus bons momentos e não notam que estão gerando os próprios momentos ruins do futuro.

+ Nós criamos nossos próprios momentos bons e ruins.


“picos são os momentos em que você valoriza o que tem. Vales são os momentos em que você sente falta do que não tem.”

+ Se quisermos ter menos vales, temos de evitar comparações.


“Não podemos controlar sempre os acontecimentos externos, mas podemos controlar nossos picos e vales pessoais com o que acreditamos e com o que fazemos”

+ Escolher acreditar em algo melhor normalmente leva a pessoa a um resultado muito melhor.


“O caminho para fora do vale surge quando você decide ver as coisas de outra forma”

+ Muitas pessoas não se dão conta do que é preciso para estar realmente preparadas para permanecer por mais tempo num pico.

+ Administre os bons momentos


“Podemos transformar nosso vale num pico quando identificamos e tiramos proveito do bem oculto nos momentos ruins”

+ Com o passar do tempo, esqueceu-se de usar grande parte do que havia aprendido no pico.


“Entre cada pico sempre há vales. O modo como administra cada vale determina o tempo que levará para atingir o próximo pico.”

+ Se você não aprender enquanto estiver num vale, pode se tornar uma pessoa amarga. Mas se aprender algo de valor, poderá se tornar alguém melhor.

+ Os picos e vales pessoais são parte essencial de uma vida normal, saudável. Os platôs também, se forem períodos de descanso saudável quando você faz um exame do que está acontecendo e faz uma pausa para pensar sobre o que fará em seguida.


“O platô pode ser um período para você descansar, refletir e se renovar.”

+ Quando você verdadeiramente aprende a administrar seus momentos bons e ruins, aprende a manter um equilíbrio saudável.

+ Você fica mais em paz quando se dá conta de que você não é seus picos e nem seus vales.

+ O importante não são apenas os insights preciosos que você consegue no pico. O modo como você se sente em relação aos insights e o que você faz com eles é o que faz toda diferença.

+ Como você se comporta quando está num vale?

+ E quando voltou para o seu vale o que sentiu?


“É possível ter menos momentos ruins quando valorizamos e administramos os bons momentos com sabedoria”

+ Quando você estava se sentindo tão bem, talvez tenha se vangloriado um pouco sobre o que descobriu aqui no pico.

+ Quem não está preparado para um pico em pouco tempo cai de lá, e sofre.

+ Encontre as suas próprias respostas.

+ Qual é a origem do medo de uma pessoa? Na maioria dos casos é o EGO.

+ Nosso ego costuma nos deixar arrogantes no pico e temerosos no vale. Ele nos impede de ver o que é real. O ego distorce a verdade. Quando você está num pico, seu ego faz com que as coisas pareçam melhores do que realmente são. E quando você está num vale, o ego faz com que as coisas pareçam piores do que realmente são. Ele o faz pensar que o pico durará para sempre e temer que o vale não termina nunca.


“O motivo mais comum pela qual você fica pouco tempo num pico é a arrogância, que se disfarça de segurança. O motivo mais comum pelo qual você fica muito tempo num vale é o medo, disfarçado de conforto.”

+ Quando deixamos o ego de lado, aumentam nossas chances de sair de um vale mais rapidamente.

+ Muitas pessoas veem o vale como períodos de frustração, dor, desilusão, raiva e fracasso. Mas lembre-se do que acontece quando você identifica o bem que está oculto ali e se concentra nele.

+ Podemos transformar um vale num pico.

+ A melhor forma de atravessar um vale é criando e seguindo a própria visão sensível, visão de um futuro pico sobre o qual você deseja estar e que faça sentido para você.

+ Seja realista e atingível Que será capaz de tornar o que imagina mais real para si mesmo quando aplicar os 5 sentidos numa imagem com detalhes tão verossímeis e específicos que começará a se dar conta de que é possível concretizar aquilo.


“Imagine como seu futuro pico deverá ser, o que deverá ouvir quando estiver lá, o aroma que terá, o sabor, a sensação de tocá-lo, até que se torne tão real que a imagem de sua chegada nele o faça vencer o vale”

“ Uma excelente forma de atingir o próximo pico é seguir sua visão de futuro. Imagine-se aproveitando esse futuro melhor em detalhes tão específicos e verossímeis que em breve terá prazer em fazer o que o levará lá.”

+ Quando você chegar no pico mais alto, talvez seja interessante ver se consegue ter alguns insights sobre verdades mais profundas a respeito de si mesmo. Ouça seus pensamentos com o coração, e lembre-se dos momentos reais do trabalho e da vida pessoal que o guiarão na direção das suas verdades pessoais. O que descobrir irá se tornar a própria sabedoria, e não minha ou de qualquer pessoa.

+ O modo como você administra seu vale determina o tempo que levará para atingir seu próximo pico.


“O sofrimento no vale é capaz de despertá-lo para uma verdade que você podia estar ignorando”

+ Chegar ao próximo pico criando e seguindo uma visão sensível – a imaginação de um futuro melhor coerente e que recorresse aos 5 sentidos para ser imaginado.


“Evite acreditar que as coisas estão melhores do que realmente estão, quando estiver num pico, ou piores do que realmente estão, quando estiver num vale. Faça da sua realidade sua amiga.”

“ O pico pessoal é uma vitória sobre o medo.”

+ Mesmo ainda estando no vale, sentia-se como se já estivesse no pico.

+ Pense na diferença entre desejar um futuro melhor e seguir uma visão sensível. Então, percebeu que a diferença está no que se faz.

+ Desejar não conduz a ação alguma – refletiu. Mas quando realmente seguimos uma visão sensível, queremos fazer as coisas que tornam real.

+ O medo nos paralisa, mas a verdade nos ajuda a alcançar êxito.


“Criamos um pico quando seguimos verdadeiramente nossa visão sensível. Nosso medo diminui e nos tornamos mais tranquilos e bem-sucedidos."

+ tanto os momentos bons quanto os ruins da vida são, verdadeiramente, dádivas, e que cada um deles tem enorme valor, se eu administrá-los bem.

+ O propósito do pico é celebrar a vida, enquanto o propósito do vale é ensinar sobre a vida.

+ Olhe para a verdade. Não o que eu desejo, ou temo que esteja acontecendo, mas o que é pura e simplesmente a verdade contida em meus momentos bons e ruins.

+ Qual é a verdade contida nesta situação em que me encontro?

+ Para permanecer por mais tempo num pico: seja humilde e demonstre gratidão.


"Continue fazendo o que levou até lá. Continue fazendo as coisas cada vez melhor. Faça mais pelos outros. Poupe recursos para poder usá-los nos vales que virão."

“ É possível sair de um vale mais rápido quando conseguimos sair de nós mesmos: no trabalho, sendo mais úteis, na vida pessoal, sendo mais amorosos”

+ Vales são momentos que sentimos falta do que não temos...

+ Picos são momentos que valorizamos o que temos...

+ Atravessaria períodos de altos e baixos financeiros, emocionais e espirituais; atravessaria saúde e doença, alegria e sofrimento.

+ Ao aplicar a perspectiva dos picos e vales, poderia fazer com que os momentos bons e os ruins se revertessem em mais benefícios.





+ Não importa onde a pessoa vive, mas como vive.

+ Uma vida feliz e cheia de riquezas é como uma paisagem feita de picos e vales que vão se alternando naturalmente.

+ Nunca é cedo demais para fazer com que bons momentos trabalhem a nosso favor.

+ Qual é o bem oculto neste momento ruim?

+ Qual é a verdade contida nessa situação?

+ Picos e vales estão ligados. As coisas sábias que você faz nos vales hoje criam os picos de amanhã.

12 visualizações

61 98225-0099

©2019 by Daniel Costa. www.posto214sul.com.br